Corpo da menina Vitória tinha pés e mãos amarrados, diz advogado

O advogado da família de Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, Roberto Guastelli, disse em entrevista ao G1 que o corpo da menina encontrada morta em uma mata, em Araçariguama, interior de São Paulo, após oito dias desaparecida, estava com os pés e as mãos amarrados.

Embora não saiba explicar o que poderia ter motivado um crime tão horrendo, Guastelli também afirmou que tem convicções de que foi motivado por vingança, justamente pelo modo como o corpo foi encontrado.

A polícia não confirmou as informações, pois o caso está sob sigilo, mas segue investigando e aguarda laudo do Instituto Médico Legal (IML) para confirmar as causas da morte.

O enterro foi nesse domingo (17), em Araçariguama (SP), cidade onde ela vivia com a mãe.

Ainda segundo entrevista do advogado, que teve acesso a informações do IML, “Vitória Gabrielly já estava morta havia sete ou oito dias, ou seja, ela foi morta no mesmo dia em que sumiu. Só não sabemos se ela estava lá desde o dia 8 de junho ou se foi colocada depois”.

Segundo a PM, ela estava ao lado dos patins e com a mesma roupa que vestia no dia do desaparecimento.

Isto É

PUBLICIDADE: VESTIBULAR FAINTVISA 2018.2 FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO,ACESSE CLICANDO AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
%d blogueiros gostam disto: