Pernambuco confirma terceira morte de paciente com gripe H1N1

A terceira morte de um paciente com o vírus da gripe H1N1 foi confirmada nesta terça-feira (8) pela Secretaria Estadual de Saúde.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo órgão, exames laboratoriais confirmaram a presença do vírus em três pacientes de síndrome respiratória aguda grave que morreram em 2018.

A última morte aconteceu no dia 2 de abril. Um homem de 41 anos, que morava em Barreiros, Mata Sul do estado, faleceu no Hospital Regional de Palmares, também na Mata Sul.

Ele tinha sido internado em 13 de março e recebeu o diagnóstico de síndrome respiratória aguda grave. Diferentemente dos dois primeiros casos, o paciente não apresentava comorbidade, ou seja, a existência conjunta da doença com um quadro clínico que pode agravá-la.

Na semana passada, a Secretaria Estadual de Saúde havia confirmado a segunda morte por H1N1 do estado. Um idosa de 74 anos, que residia em Jaboatão dos Guararapes, morreu no Hospital de Jaboatão, em Prazeres.

Ela era diabética. Em abril, o órgão confirmou a primeira morte de um paciente com o vírus H1N1. Um homem de 45 anos, notificado no dia 16 de abril com síndrome respiratória aguda grave estava internado no Instituto Integral Professor Fernando Figueira (Imip), no bairro dos Coelhos, área central do Recife. O paciente faleceu no dia 26 de abril.

O QUE É

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.

O vírus da influenza A, ou H1N1, foi o causador da pandemia de “gripe suína” de 2009, que matou mais de 18 mil pessoas. Durante o surto de 2009, uma vacina chegou a ser produzida quando o vírus foi identificado, mas levou alguns meses para começar a ser distribuída. Depois disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou um plano de ação global para vacinas de influenza, que estabelece procedimentos para que os produtores de vacina respondem mais rapidamente a um risco de pandemia.

VACINAÇÃO

Neste sábado (12), acontece o Dia D da Campanha de Vacinação contra a influenza. Apenas em Pernambuco, cerca de 5 mil pontos de vacinação, entre postos de saúde e unidades volantes, estarão recebendo a população inclusa nos grupos prioritários para se imunizar contra a doença. No estado, 2,4 milhões de pessoas estão aptas a participar da campanha. Até o momento, 414.875 pernambucanos (17,2%) foram imunizados.

(AB)

PUBLICIDADE: VESTIBULAR FAINTVISA 2018.2 FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO,ACESSE CLICANDO AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
%d blogueiros gostam disto: